terça-feira, 26 de outubro de 2010

O mundo estranho das lagartas (Parte 01)

As lagartas sempre despertam no ser humano um sentimento de curiosidade, talvez seja pelo fato delas apresentarem ao longo de sua vida uma mudança radical na usa aparência, transfomando-se muitas vezes em lindas borboletas.Devido a esta curiosidade presente nas pessoas é que começaremos a partir deste post uma viajem por este mundo estranho das lagartas, mostrando algumas espécimes interessantes, como estas apresentadas abaixo:
Lagarta Coroada (Isa textula)
Aqui está uma beleza de lagarta. O coroado dos seus espinhos é como o cocar de penas de uma dançarina de Las Vegas. A linha de cerdas urticantes da lesma coroada decora o seu corpo achatado, verde. Em estágios mais avançados também podem ser marcadas com o colorido de manchas vermelhas ou amarelas ao longo do seu corpo.Ela é encontrada desde a Flórida até o Mississipi , do norte ao sul de Minnessota e Massachusetts nos Eua, e no sul de Ontário no Canadá.Esta lagarta se alimenta principalmente de folhas de carvalho,olmo e nogueira, bem como de plantas lenhosas,ela pertence a família Limacodidae.

Lagarta macaco (Phobetron pithecium)

A lagarta da Phobetron pithecium é às vezes chamada lagarta macaco, que parece um nome apropriado, quando você vê o que parece. É difícil acreditar que isto é mesmo uma lagarta. A lagarta macaco pode ser identificada de imediato pelos seus "braços" peludos, que às vezes caem. Mas cuidado - a lagarta parece fofinha mas é realmente coberto de cerdas urticantes minúsculas.Ela é encontrada nos campos e florestas da Florida ao Arkansas e ao norte de Quebec e Maine, se alimenta de maçã,cereja,caqui,nogueira,castanheira,carvalho,salgueiro, vidoeiro e ouras árvores e arbustos lenhosos.Também pertence a familia Limacodidae

Lagarta gato (Megalopyge opercularis)


Esta lagarta parece que você pode chegar e acariciá-la como a um gatinho, mas as aparências podem enganar. Debaixo daquele cabelo longo, louro, cerdas venenosas se escondem. Mesmo um leve tique nos seus pêlos pode causar uma reação cutânea grave, por isso não toque em nada parecida com essa lagarta. Quando adulta, ela cresce apenas um centímetro de comprimento. As lagartas gato são larvas de mariposa flanela sul.Ela é encontrada nas florestas do sul de Maryland a Flórida e no oeste do Texas.Ela se alimenta das folhas de muitas plantas lenhosas, incluindo maçã, bétula, carvalho, caqui, amêndoa e noz-pecã, pertence a família Megalopygidae.



6 comentários:

Fernando disse...

Olá Escobar! Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo blog! O conteúdo é realmente fascinante! Gostaria de sugerir um post sobre a Macrochelys temminckii, um feroz quelônio da América do Norte! Achei um vídeo legal sobre ela no youtube e acho que seus leitores iriam adorar ler sobre ela aqui no blog. O link do vídeo que assisti é o seguinte:
http://www.youtube.com/watch?v=XsiFegKBm-o

Abraços!!!

Fernando disse...

Olá Escobar! Primeiramente gostaria de parabenizá-lo pelo blog! O conteúdo é realmente fascinante! Gostaria de sugerir um post sobre a Macrochelys temminckii, um feroz quelônio da América do Norte! Achei um vídeo legal sobre ela no youtube e acho que seus leitores iriam adorar ler sobre ela aqui no blog. O link do vídeo que assisti é o seguinte:
http://www.youtube.com/watch?v=XsiFegKBm-o

Abraços!!!

solange maria barreira de oliveira disse...

A lagarta da Phobetron pithecium hoje vi uma lagarta de macaco igual da foto no cajueiro do meu quintal, é perigosa?

Andreia Vazzoler disse...

Olá, gostaria de falar aqui sobre a lagarta macaco. Achei uma destas em meu jardim, propriamente na pitangueira. Coletei a especie que era única e comecei a pesquisa na internet e observar. A cada dois dias trocava as folhas de pitangueira, e passaram-se muito, mas muito tempo ate ela "perder" algumas patinhas mas não seria bem "perder" pois ela apenas perdeu uma casca onde fica a região das perninhas, bem nas costas mas na verdade era apenas uma pele se e que posso chamar assim e a mesma se renovou. As patinhas ela não perdeu, estavam todas la pois elas depois serviriam para abraçar umas as outras e formar o "casulo". Um belo dia depois de muito, muito tempo mesmo ela ficou paradinha como se estivesse dormindo, e assim ficou alguns dias e pensei que estava morta pois não parecia casulo ai toquei com uma folha e vi que estava durinha mas achei estranho o formato pois ela apenas se abraçou e isso era o casulo, com seus pelinhos e toda sua estrutura de lagarta. Bom, deixei ela ali apesar de achar que estava morta. Passou um bom tempo ate que um dia nasce uma mariposa exatamente igual a lagarta, da mesma cor que ela era e com patinhas bem parecidas so que fininhas e do mesmo tamanho da lagarta. Gostaria de dizer aqui que li em outros lugares que ela iria se transformar numa borboleta azul, engano de quem publicou isso pois eu acompanhei todo o ciclo de vida desta pequena e tenho fotos mas não são la estas coisas pois foram tiradas de celular, mas as tenho para provar e por isso vim aqui dividir isto com vocês. Um lindinha mariposa de cor de mel.

Ana Carolina Sobenko disse...

Achei uma dessas hoje na minha laranjeira... Fiquei com medo de ser venenosa....

Ana Carolina Sobenko disse...

Achei uma dessas hoje na minha laranjeira... Fiquei com medo de ser venenosa....

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...