quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Os trens holandeses são os primeiros a funcionar com 100% de energia eólica

As empresas NS e Eneco  anunciaram pela primeira vez  seu plano de uma ferrovia movida a energia eólica em 2015, a fim de reduzir drasticamente as emissões de gases de efeito estufa pelos seus trens. Seu objetivo inicial era fazer a transição dos trens para 100 por cento  de energias renováveis  até 2018, mas o objetivo foi aumentado depois de atingir 75 por cento em 2016. Impressionantemente, isso significa que seu objetivo inicial foi cumprido um ano antes do previsto.
Segundo  a Eneco, “a energia utilizada pelos trens vem de parques eólicos construídos recentemente na Holanda, Escandinávia e Bélgica. Através de fontes nacionais e estrangeiras de energia eólica,” Eles garantem que há energia verde suficiente disponível na rede para as empresas ferroviárias, mesmo que o vento não esteja soprando.
O gerente de contas da Eneco Michel Kerkhof  salientou, o "objetivo fundamental é a aquisição de energia a partir do número limitado de projetos de energia sustentável nos Países Baixos, assim, promover o crescimento renovável, tanto internamente como em toda a Europa."
"Esta parceria garante que novos investimentos podem ser feitos em parques eólicos ainda mais novos, o que aumentará a participação de energia renovável", Kerkhof continuou. "Desta forma, as estradas de ferro holandesas visam reduzir o maior impacto ambiental negativo causado pelo CO2 de tal forma que a sua demanda realmente contribua para a geração sustentável de energia nos Países Baixos e na Europa".
A Railway Gazette  relata que a NS registra cerca de 1,2 milhões de passageiros por dia, com uma exigência de energia anual de 1,2 bilhões de kWh. A empresa pretende reduzir ainda mais o consumo em 2% ao ano, com um programa de eficiência energética, com o consumo total já reduzido em 30% desde 2005. A empresa também está buscando uma redução "dramática" das emissões de gases de efeito estufa.
“Fazendas de vento” tanto onshore como offshore são consideradas como um componente chave na politica de  energia renovável   e uma ferramenta importante na mitigação dos riscos de  mudanças climáticas .
A Holanda tem atualmente um total de 2.200 turbinas eólicas em todo o país, de acordo com o Dutch News. As turbinas fornecem energia suficiente para alimentar 2,4 milhões de lares.
O governo holandês está buscando aumentar a geração  de energia renovável a partir de 4 por cento em 2014 para 16 por cento em 2023. Este ano, no país está previsto começar a operar a 600 megawatts  em um parque eólico offshore , chamado de Gêmeos.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...