sábado, 10 de setembro de 2011

Muçurana, a devoradora de serpentes

A muçurana ou mussurana são seis espécies de serpentes ovíparas distribuídas da Guatemala ao Brasil, que se especializaram em ofidiofagia, ou seja, elas atacam e comem outras cobras. Elas têm outros nomes populares em vários países, tais como zopilota na América Central e cribo em algumas ilhas do Caribe. A muçurana tem um comprimento de 1,5 a 1,6 m, mas pode crescer até 2,4 m. Quando jovem, sua cor é rosa claro no dorso, que se torna azul-chumbo quando na fase adulta. No ventre a cor é amarela esbranquiçada. Elas têm de 10 a 15 dentes fortes na parte de trás da boca que usa para agarrar a cabeça da serpente atacada e empurrá-la para a sua garganta. Em seguida, ela enrola seu corpo ao redor da vítima, matando-a por constrição (esta é a razão desta espécie ser chamada de Pseudoboa).Em seguida ela ingere todo o corpo de sua vítima. O corpo longo da cobra ingerida é comprimido como uma onda, a fim de encaixar no sistema gastrointestinal da muçurana .
Embora as presas da muçurana contenham veneno, essas cobras não representam perigo para os seres humanos. Mesmo quando atacadas geralmente não mordem. Acidentes com estes animais peçonhentos muito pouco têm sido relatado e não foram fatais.A muçurana é imune ao veneno das serpentes que se alimenta, especialmente as jararacas americanas menores da América Central e do Sul do gênero Bothrops. No entanto, não é imune ao veneno da cobra coral. Na ausência de outras cobras, a muçurana também pode se alimentar de pequenos mamíferos. Seu habitat preferido é vegetação densa ao nível do solo e seu hábito é diurno.
Em algumas regiões, os agricultores mantêm as mussuranas como animais de estimação a fim de manter suas fazendas livres de víboras, isto em decorrência do grande número de mortes de animais domésticos, como gado. Na década de 1930 um plano brasileiro para se reproduzir e liberar grandes quantidades de mussuranas para o controle de jararacas foi colocado em ação, mas não funcionou. As mussuranas estão cada vez mais raras, devido ao desaparecimento das suas presas e o desaparecimento em muitos habitats.


Fonte: http://www.carnivoraforum.com

2 comentários:

Surprise Link disse...

Convido você a participar do agregador de links www.surpriselink.com, você vai se surpreender...
Para ser nosso parceriro e trocar banner clique AQUI

Paulo Augusto disse...

Excelente gerador de visitas para blogs.

Cadastre seu blog aqui: www.zeemp.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...