quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Países europeus unem-se para criar mega-rede de energia gerada a partir de fontes renováveis


O objetivo da União Europeia de, em 2020, satisfazer 20% das suas necessidades energéticas recorrendo apenas a fontes renováveis estará mais próximo de concretizar-se quando o plano de nove países europeus para criar uma mega-rede de energia gerada a partir de renováveis tomar forma.
Alemanha, França, Bélgica, Holanda, Luxemburgo, Dinamarca, Suécia, Irlanda e Reino Unido reúnem-se este mês para definir os termos de uma iniciativa que pretende ligar projetos de aproveitamento de energias renováveis na envolvente do Mar do Norte numa rede de fornecimento de energia limpa.
A rede incluirá desde os parques eólicos da Escócia até aos parques de painéis solares da Alemanha passando pelos dispositivos de aproveitamento da energia das ondas nas costas da Bélgica e da Dinamarca e os empreendimentos hidro-eléctricos instalados nos fiordes da Noruega, criando-se uma megabateria de 30GW de potência.
A rede, que, será constituída por cabos submarinos de elevada eficiência representará um investimento de até 30 bilhões de euros e espera-se que se torne realidade na próxima década. Os pormenores técnicos, de planejamento e as questões legais serão discutidos numa reunião entre representantes dos nove países envolvidos na iniciativa.
A super-rede na envolvente do Mar do Norte pode vir a constituir a estrutura de base de uma rede mais ampla que abarcará toda a Europa e pode inclusivamente ligar-se a um mega-projeto idealizado para capturar a energia solar no deserto do Sahara e que se pretende que forneça 15% da electricidade Européia em 2050.

Um comentário:

Tomé Ferreira Designer disse...

Toda iniciativa voltada para a sustentabilidade é bemvinda!

Belo post!

Forte abraço!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...