sábado, 19 de dezembro de 2009

Lixo eletrônico é transformado em árvore de Natal e presépio

Lixo eletrônico é transformado em árvore de Natal e presépio na agência dos
Correios, que faz alerta para o descarte adequado de componentes eletrônicos
(foto: Maurilio Cheli/SMCS)

Monitores, teclados, mouses, CDs, DVDs, cartuchos, fitas, baterias e carcaças de aparelhos celulares e de computadores, chips, disquetes e ventiladores, entre outras sucatas eletrônicas, voltaram a ter utilidade em uma exposição aberta no hall de entrada da Agência dos Correios da Avenida Marechal Deodoro, 298, no centro de Curitiba. Nas mãos de dois artesãos e 40 alunos do Centro de Educação Integral Érico Veríssimo, o que era lixo eletrônico deu origem a uma grande árvore de Natal e um presépio, com robôs que representam reis magos, José, Maria e um menino Jesus eletrônico, na manjedoura, cercado por animais.
A exposição inusitada tem atraído a atenção de centenas de pessoas que passam pela agência dos Correios nesta época. A instalação artística é um dos resultados de uma parceria da Prefeitura de Curitiba com o Instituto Brasileiro de Eco-Tecnologia (Biet), dirigido pelo engenheiro Maurício Beltrão Fraletti.O objetivo é desenvolver um projeto educativo e dar destino final adequado ao lixo eletrônico - ou sucata da informática - das empresas participantes do programa Curitiba Tecnoparque, administrado pela Agência Curitiba de Desenvolvimento. O projeto conta com a participação das secretarias municipais do Meio Ambiente e da Educação.
"Esta exposição é uma forma de tentar despertar na sociedade o questionamento sobre o que fazer com o lixo tecnológico e ajudar a criar uma nova cultura nas novas gerações", afirma o diretor-presidente da Agência Curitiba, Juraci Barbosa Sobrinho. Além de explicar às pessoas o significado e a representatividade da Árvore de Natal e dos robôs, funcionários da agência dos Correios estão arrecadando peças eletrônicas sucateadas para encaminhá-las ao instituto Biet, que está instalado em um barracão cedido pela Agência Curitiba, no Sítio Cercado.Maurício Fraletti faz um alerta importante sobre o chamado lixo eletrônico:
"Esses componentes viraram lixo, que contém diversos elementos químicos e substâncias podem causar sérios danos ambientais. Ao mesmo tempo, é fonte de metais preciosos, como o ouro, que pode ser reaproveitado, se desenvolvermos uma tecnologia nacional adequada", diz ele.A estudante Vanderleia Castro, de Araucária, passou um bom tempo observando e admirando os componentes eletrônicos rearranjados em forma de presépio, ao lado da Árvore de Natal. "Nunca tinha visto tanta criatividade com equipamentos descartáveis", disse ela. Para Marcos Antonio Silveira, de 12 anos, a exposição rendeu uma nova idéia. "Já sei o que fazer com teclados, celulares e CDs velhos que estão amontoados no meu quarto. Vou tentar fazer um robô", disse animado.

3 comentários:

Isabel Ruiz, disse...

Parabéns pelo belo post.
Infelizmente essa exposição vai servir de incentivo para uma minoria e dentre esses um número menor ainda vai levar a efeito. Geralmente há uma certa preguiça para mudanças. Mas é preciso começar de alguma forma, insistir até que a maioria entre no clima.
Abraços
Bel

lison disse...

Saudações!
Amigo Décio,
Estão de parabéns todos os que incentivaram a criação de tão importante inciativa nobre...Somente no começo é que é o difícil, depois há o retorno em benefício de todos!
Parabéns pelo excelente Post!
Abraços,
LISON.

Kellen disse...

Décio!

Acho magnífico a forma como as pessoas destroem e constroem ao mesmo tempo. Desenvolvimento sustentável, uso racional de nossos recursos deveria ser algo eterno em nossas práticas e desejos diários! lindo post.
Abraço
Kellen
Post do meu blog sobre natal ecológico
http://meumundoamigo.blogspot.com/2009/11/natal-ecologico.html

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...