quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Peixe gigante é registrado pela 1ª vez a 1.500 m de profundidade


Cientistas americanos conseguiram filmar o raríssimo peixe-remo, que pode atingir 17 metros de comprimento, no golfo do México. Essa pode ser a primeira filmagem já feita do Regalecus glesne em seu habitat.O grupo de pesquisadores utilizou veículos não tripulados emprestados por empresas petrolíferas para encontrar esse peixe, que normalmente só é visto na superfície do mar quando está próximo da morte."Nós vimos essa coisa vertical, clara e brilhante. Aproximamos um pouco a imagem e dissemos 'isso é um peixe!'", disse o coordenador da pesquisa Mark Benfield em entrevista ao repórter da BBC Jody Bourton.
O pesquisador da Universidade da Louisiana comentou que, a princípio, julgou que a câmera estivesse filmando um encanamento para extração de petróleo.Para ele, essa deve ter sido uma filmagem inédita do peixe-remo nadando em seu habitat natural, pois um registro colhido no Oeste da África em 2007 não conseguiu confirmar se o peixe era mesmo o Regalecus glesne.O peixe é tido como o mais longo peixe vertebrado de que se tem notícia.Com o veículo operado por controle remoto, os cientistas puderam seguir o peixe-remo por cinco minutos, até que o perderam de vista.As estimativas iniciais são de que o exemplar media de 5 a 10 metros.Parceria - O registro do Regalecus glesne só foi possível graças ao Projeto Serpente, uma parceria entre pesquisadores de todo o mundo e empresas petrolíferas, incluindo a Petrobras.
As companhias permitem que cientistas utilizem sua tecnologia avançada para pesquisas em águas profundas."Isso proporciona uma oportunidade maravilhosa para aprendermos mais sobre vida nas profundezas do Golfo do México. Termos encontrado o peixe-remo durante nossa exploração foi um bônus fantástico", disse Benfield à BBC."É tudo muito empolgante. Minha visão para o Projeto Serpente no Golfo do México é estabelecer um grande sistema de observação das profundezas do golfo, usando centenas de veículos não-tripulados", disse o pesquisador.

Fonte:Folha Online

2 comentários:

Badards disse...

muito interessante. somos realmente leigos, estamos longe de conhecer todas as criaturas do fundo do oceano e algumas que conhecemos pouco vemos. além de textos jornalisticos gostas de poesias? nesse blog existe os dois: uniaodepalavras.blogspot.com.
é o blog do grupo literário de que faso parte.

Histórias & Estórias disse...

Tenho verdadeira curiosidade sobre as coisas e animais que habitam o fundo do oceano.

Gostaria que houvessem estudos profundos sobre estas misteriosas maravilhas para aprendermos e conhecermos sobre vida nas profundezas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...