quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Você sabia que os cemitérios são fontes de poluição ambiental?


A Revista Ciência Hoje de setembro traz na capa um artigo que denuncia um problema sério, principalmente para as grandes cidades, e que tem sido praticamente ignorado pelos grandes veículos de informação.Os Cemitérios.O costume de enterrar os cristãos mortos nas igrejas ou em suas imediações começou durante a Idade Média. Essa prática significou uma aproximação entre os cadáveres, muitos vitimados por doenças contagiosas, e os vivos, o que aumentou significativamente a disseminação dos agentes patogênicos em epidemias como as de tifo, peste bubônica e outras [...]
Embora algumas civilizações, como a romana, já determinassem que os mortos deviam ser enterrado fora dos limite da cidade, foi a partir do século 18 que a palavra cemitério começou a ter o sentido atual quando por razões de saúde pública foi proibido o sepultamento nos locais habituais (em terras da família ou em igrejas. A França, já em 1737 uma comissão de médicos formada pelo Parlamento de Paris, recomendou mais cuidado nas sepulturas e decência na manutenção dos locais onde os mortos eram enterrados. Na mesma época , em 1743, o abade francês Charles-Gabriel Porée publicou um texto condenando os enterros em igrejas e propondo a criação e cemitérios fora das cidades .
Autoridades de países e cidades da Europa, a partir daí passam a proibir e sepultamentos nas igrejas a promover a instalação de cemitérios, para que os enterros ocorressem ao ar livre e longe do perímetro urbano. Em Portugal , em 1801, o príncipe regente D. João VI proibiu os sepultamentos em igrejas (inclusive em suas colônias, como o Brasil). Cabe destacar a figura de Vicente Coelho de Seabra e Silva Telles, nasceu em Congonhas do Campo, Minas Gerais em 1764., um dos pioneiros da metalurgia brasileira.Silva Telles foi um cientista integrado às descobertas de seu tempo. Teve grande destaque na Química e foi um dos primeiros introdutores e difusores, em Portugal, da nomenclatura e da química pneumática de Lavoisier. Sua obra mais importante foi Elementos de Chimica onde revelava sua adesão à nova Química de Lavoisier.
Em 1801, publicou Memórias sobre os Prejuízos Causados pelas Sepulturas dos Cadáveres nos Templos e o Método de os prevenir.Já no início do século 17 Silva Telles demonstrava o problema ambiental que os cemitérios provocam. O sepultamento de cadáveres gera poluição para o meio físico, e por isso deve ser considerada como atividade causadora de impacto ambiental.Assim como a decomposição do lixo produz o chorume, de modo semelhante, a decomposição dos cadáveres produz o necrochorume, um liquido viscoso de cor castanho-acinzentada, com 60% de água, 30% de sais minerais e 10% de substâncias orgânicas degradáveis. Apresenta auto grau de patogenicidade devido a presença de bactérias, vírus e outros agentes causadores de doenças.
Os compostos derivados da decomposição dos corpos representam riscos de contaminação para as águas superficiais, águas subterrâneas (lençóis freáticos) e contaminação do solo, inclusive por metais pesados.Os cemitérios no Brasil são muito antigos e, principalmente devido à ocupação imobiliária, a população está exposta à uma grande variedade de contaminações. Como vimos, a preocupação com este tipo de contaminação é antigo. Entretanto, os trabalhos de pesquisa e investigação nesta área ainda são escassos, assim como a divulgação dos resultados às pessoas, que são as principais afetadas pela poluição causada pelos cemitérios.

6 comentários:

detonador disse...

realmente eu não sabia disso, mas tinha minhas duvidas

letiha1 disse...

Com certeza,isso deve ser real,quantas pessoas,que morreram com doenças contagiosas,e deve ´haver,lá muito tipo de virus e bactérias,nunca havia pensado nisso e agora estou muito preocupada,porque eu moro ao lado do cemitério.Vou pensar no caso.Bem lembrado
Letinha 1.

Markim disse...

Nunca pensei nisso, gostei da informação parabéns.

Abraços.

Geraldo disse...

Pior que tudo se agravou com a Peste Negra e os episódios da Gripe Espanhola. Já é um fato consumado..

Mas passa por uma questão religiosa, de mudança de comportamento da população e adequação de espaços..

Abraço

Deborah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Deborah disse...

Imaginem quantas pessoas ja foram enterredas no mundo todo!? contaminando os lençoes freaticos q desembocam nos oceanos e polui por completo uma das principais fonte de VIDA. vai chegar um dia q sera impossivel filtrar e ingerir a agua, e as pessoas nao acreditam nisso.Eu aconselho a cremaçao, MAAAAS... tem q ser feita de maneira correta e ligada com taantas outras coisas,pois tbm e poluente!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...