quinta-feira, 9 de outubro de 2008

A história do carvão no sul do Brasil

Inicialmente a atividade de exploração de carvão era feita por companhias britânicas, que em seguida foram repassadas para empresários cariocas entre eles Henrique Laje, que abriu minas, construiu lavadores e criou mercado para o carvão nas fabricas de gás e nas companhias de transporte marítimo e ferroviário.







A história da atividade carbonífera pode ser dividida em 4 fases:
1ª fase -1827 a 1914, com a descoberta do carvão e o aumento da produção em decorrência da grande dificuldade de importação provocada pela primeira guerra mundial.

2ª fase –1931 a 1945; período que o governo brasileiro tutela a produção do carvão impondo um consumo mínimo de carvão nacional e o surgimento da Companhia Siderúrgica Nacional- CSN.

3ª fase –1953 a 1970; período que é instituído o plano do carvão, com a intervenção estatal buscando a expansão da atividade carbonífera brasileira.

4º fase –1973 a 1979; período do choque do petróleo, o governo dá grandes subsídios para a produção e consumo do carvão em alternativa ao óleo importado.

Um comentário:

satonara_metamorficas disse...

O título sendo 'A história do carvão no sul do Brasil', seria conveniente se fosse postado também origem geológica dos depósitos de carvão dessa região. Agradecimentos pela informação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...